Central: 0800 284 5551
Tel: (71) 3321-1543 - Telefax.: (71) 3321-5196 - cedeca@cedeca.org.br
Rua Gregório de Matos, Nº 51 - 2º andar - 40.026-240 - Pelourinho - Salvador/Bahia

Notícias

A infância Entra em Campo - Pesquisa inédita no Brasil aponta os riscos e oportunidade para crianças e adolescentes no futebol
09 de Junho de 2014

A infância Entra em Campo - Pesquisa inédita no Brasil aponta os riscos e oportunidade para crianças e adolescentes no futebol

Compartilhe:



O Cedeca/Bahia deu o pontapé inicial em defesa de meninos e meninas que sonham em se tornarem atletas no mundo do futebol. A entidade realizou uma pesquisa inédita no Brasil, intitulada: A Infância entra em Campo. Riscos e Oportunidades para Crianças e Adolescentes no Futebol. O estudo virou uma publicação que foi lançada no dia 15 de abril, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Os dados revelam que em muitos casos o preço que esses jovens pagam pelo sonho de se tornarem jogadores de futebol é alto. A formação de atletas infantojuvenis no futebol brasileiro, muitas vezes expõe esses jovens a situações de risco, como a exploração e o abuso sexual, o afastamento da escola regular, a convivência familiar, além da profissionalização precoce e do preconceito racial.

De acordo com a coordenadora do projeto Megaeventos, Infância e Juventude do Cedeca/Ba, Maria Aparecida de Roussan, a pesquisa é extremamente importante porque além de elencar os riscos que essas crianças e adolescentes estão sujeitos, propõe medidas para garantir que os ambientes destinados à pratica de esportes se constituam em espaços mais seguros, onde os direitos da infância e da adolescência sejam respeitados.

A necessidade de realização do estudo surgiu após denúncias anônimas recebidas sistematicamente pelo Cedeca/Ba. Durante dois meses, foram entrevistados 40 atores relevantes no cenário futebolístico, como dirigentes de clubes, ex-atletas, treinadores, além de outros.

A publicação é fruto de uma parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 (Secopa/Bahia) e a Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e da Juventude (ABMP) e pretende provocar um agenda nacional sobre a não observância dos direitos de crianças e adolescentes nos Centros de Formação de atletas para o futebol.

 CONFIRA AQUI:

ü  Fluxos de Proteção de Crianças e Adolescentes nos Megaeventos

ü Projeto Proteja Brasil

ü  Guia da Polícia: Manual de Abordagem 


Autor: Gisa Barbosa

Últimas Notícias

Agenda


Combata o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
Se você sabe de algum caso, faça sua denúncia anônima. Não fique de braços cruzados.